Médicos do Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro discutem Acordo Coletivo

O grupo de médicos do Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro (HMDCC), presentes à Assembleia Geral Extraordinária (AGE), ontem, dia 12 de julho, no Sindicato dos Médicos de Minas Gerais, consolidou a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho. Após redação do sindicato, o documento será encaminhado aos gestores para trâmites finais.

Em resposta a ofício enviado pelo sindicato, após reunião anterior com os médicos, a direção do hospital acatou apenas os seguintes pontos:

1- Será possibilitado aos médicos do HMDCC a celebração de contrato de trabalho com jornada semanal de até 44 horas para diaristas e até 42 horas semanais para médicos que trabalhem em regime de plantão.

2- Será permitida a criação de banco de horas para viabilizar eventuais compensações de faltas, substituições ou permuta de plantões.

Conforme entendimento dos médicos presentes à AGE, o Acordo Coletivo que será celebrado vem ao encontro dos anseios e necessidades dos profissionais que trabalham no referido hospital e representa um avanço para a organização do serviço.

Itens não contemplados seguirão o que estiver determinado pela Convenção Coletiva de Trabalho vigente.

Regina Perillo