Ação apreende medicamentos ilegais em Minas e Rio Grande do Sul

Fiscais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) participaram, nesta terça-feira (15), de ações conjuntas com a Polícia Federal e com as vigilâncias sanitárias dos estados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. O objetivo foi apurar denúncias de irregularidades na comercialização de medicamentos. 
     
Em Minas Gerais, a ação inspecionou uma rede de farmácias que possui unidades nas cidades de Matozinhos, Capim Branco e Prudente de Moraes. Na matriz da rede, em Matozinhos, os funcionários da Anvisa encontraram unidades do medicamento Pramil, um similar paraguaio do Viagra cuja comercialização é proibida no Brasil. 
     
Também foram detectadas outras irregularidades, como a manipulação de medicamentos (prática permitida apenas em farmácias) e a exposição de produtos sob controle especial fora do local permitido (armários). 
     
Já em Porto Alegre, os fiscais encontraram, em uma farmácia na Avenida Salgado Filho, no Centro da cidade, Viagra e Cialis, medicamentos utilizados para tratamento da disfunção erétil, falsificados. 
     
Os estabelecimentos foram autuados e interditados. Os responsáveis foram encaminhados para a Policia Federal dos estados e irão responder por infração sanitária, conforme a Lei 6437/77, além de estarem sujeitos às penalidades previstas no Código Penal.
       
Fonte: Anvisa