Presidente da Fenam ressalta importância da participação dos médicos na revisão do Código de Ética

O presidente da Federação Nacional dos Médicos, Paulo de Argollo Mendes, falou sobre o novo Código de Ética Médica e ressaltou a importância da participação da categoria na revisão do código. "O Código de Ética é um referencial para todos os médicos. Não só uma determinação legal, mas, acima de tudo, um acordo que fazem os médicos entre si, sobre qual deve ser o seu comportamento como indivíduo e categoria diante de determinadas situações. Logo, é muito importante que as decisões de quais serão os parâmetros da atividade médica sejam tomadas pelo maior número possível de médicos e que elas sejam representativas do conjunto da categoria"   Argollo disse ainda que as principais lutas da FENAM, como as relações de trabalho entre médicos e empregadores e médicos e governantes, também vão ser revistas e cada profissional poderá contribuir com sua vivência para que o novo código traduza o pensamento da classe médica.   O Código de Ética já recebeu mais de mil sugestões, que passarão pela análise e votação da comissão formada por membros do Conselho Federal de Medicina (CFM), Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Associação Médica Brasileira (AMB) e conselhos regionais de medicina.   É possível contribuir sugerindo a alteração, exclusão ou inclusão de novos artigos, por meio do Portal da FENAM . O prazo termina no dia 28 de fevereiro.   Fonte: Portal Fenam – 21/01/2009