Projeto piloto será lançado no Paraná e seguirá para outros estados

 

A partir da segunda quinzena deste mês, os médicos do Paraná poderão aderir a um novo plano de seguridade médica que inclui previdência privada, seguro de veículo e de vida numa parceria da Associação Médica do Paraná (AMP) e da Previsul. O programa é antigo, existe desde 1989, mas foi revisto e reformulado para atender às novas necessidades da categoria. O plano atual oferece um pacote de vantagens com coberturas especiais, desconto e um cartão de crédito e afinidades. O plano também vai contemplar o estudante de Medicina, para que possa planejar sua carreira e sua vida com mais comodidade.      Para o presidente nacional do Programa de Seguridade Médica e da Associação Médica do Paraná, José Fernando Macedo, o programa veio na hora certa como um suporte à classe médica, hoje muito fragilizada. “Estamos com defasagem nos honorários que não são reajustados há muito tempo, com os baixos valores pagos pelo SUS e pelos planos de saúde. Com esta parceria da Previsul vamos poder oferecer alguns benefícios para deixar os profissionais mais seguros”, explica.      Já para o presidente da Previsul, seguradora que detém a apólice há quase 20 anos e que reformulou o produto, Ernesto Pedroso, a coletividade é fundamental na elaboração das coberturas. “Atender a um grupo é muito mais interessante para os dois lados. Conseguimos desenvolver um produto completo, direcionado para as necessidades da classe médica, com valores e condições especiais, características inviáveis de montar num plano individual. O programa de seguridade médica é uma forma de plano personalizado”, define.      Pelo plano, o médico terá numa só apólice a garantia de previdência privada, seguro automóvel e de vida. O atendimento também será especializado. Inicialmente, o plano já será oferecido aos médicos associados da AMP. “O esforço para oferecer este suporte aos associados por meio do plano de seguridade é mais uma iniciativa para unir a classe médica e deixá-la mais forte nas suas lutas e reivindicações. Demos um passo importante, mas ainda há muito a ser feito para resgatar a dignidade e o valor da profissão”, destaca Macedo.      Expansão      Segundo Macedo, Curitiba será a primeira capital a testar, como uma forma de projeto piloto, as vantagens do plano de seguridade médica. Pela Associação Médica Brasileira, o modelo será estendido para outras associações regionais para que sigam o mesmo formato. “Será uma oportunidade para unir os profissionais da medicina, já que num único grupo poderão desfrutar das vantagens de contratar a melhor qualidade de cobertura em seguros”, reforça Pedroso.       Fonte: Portal Médico – 10/02/2009