Médicos querem reajuste sempre que houver aumento para os usuários dos planos de saúde suplementar

 

A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) protocolou, na Procuradoria Geral do Ministério Público do Trabalho, em Brasília, um documento solicitando que os médicos recebam das operadoras de saúde um reajuste nos valores das consultas e outros procedimentos, toda vez que houver aumento nas mensalidades dos usuários dos planos de saúde.   "Nós queremos ver se conseguimos para os médicos brasileiros que prestam serviços aos planos de saúde um repasse nos valores dos procedimentos, toda vez que houver elevação nas mensalidades para os usuários", disse o secretário de Assuntos Jurídicos da FENAM, Antonio José Francisco Pereira dos Santos.   O documento foi redigido pelo advogado Antônio Alves, do escritório Riedel & Resende. Ele explicou que o requerimento protocolado pela FENAM visa provocar o Ministério Público para que o órgão convoque as operadoras e planos de saúde para uma negociação. "É a busca da discussão dos reajustes dos contratos dos médicos que prestam esse tipo de serviço às operadoras. Esses valores já estão congelados há muitos anos e não são reajustados. A FENAM está buscando exatamente isso, estabelecer um fórum de debates para o reajuste dos preços a fim de fixar uma forma automática de reajustes", afirmou o advogado.   Além do secretário de Assuntos Jurídicos, também estiveram na Procuradoria do MP do Trabalho para entregar o documento o diretor de Assuntos Jurídicos da FENAM, José Roberto Cardoso Murisset, e o secretário de Saúde Suplementar da entidade, Márcio Bichara.   Fonte: Portal Fenam – 29/04/2009