O caos nas UPAS de Belo Horizonte - Sinmed-MG denuncia: verdadeiro empurra empurra de prefeito e governador. De quem é a culpa então?

Sinmed-MG denuncia o verdadeiro “barril de pólvora” do caos: a falta de estrutura adequada para atender a população. Num período de elevado índice de dengue, o Aedes Aegypti não respeita limites geográficos! O cidadão merece atendimento digno em qualquer município e os profissionais da saúde precisam de condições urgentes para prestar assistência a esses pacientes

Esta triste situação das unidades de atendimento do estado e das UPA’s de Belo Horizonte já estava sendo alertada há semanas pelo Sinmed-MG. Quem  paga o preço alto é a população que não consegue atendimento, além dos profissionais que não conseguem atender a demanda devido à falta de organização e planejamento por parte da Prefeitura.

As unidades de saúde da capital e do estado estão funcionando de forma precária há vários meses; não é de agora... e o sindicato tem alertado a gestão para isso, já que a dengue está se agravando e o período de aumento do índice de doenças respiratórias.

 

Acompanhe mais uma notícia sobre o assunto: http://g1.globo.com/minas-gerais/videos/t/bom-dia-minas/v/dengue-deixa-centros-de-saude-e-upas-lotados/7569807/

 

Sinmed-MG, 26 de abril de 2019

 

 

Rosângela Fernandes Costa - jornalista sênior - MTB 11320/MG