Nota de repúdio do Sinmed-MG contra agressão a médico no posto de saúde em Ribeirão das Neves

O Sinmed-MG repudia o episódio de agressão a um colega médico, no posto de saúde do bairro Veredas, em Ribeirão da Neves, na última sexta-feira 5 de abril. O profissional foi agredido a pauladas por dois bandidos, após o falecimento de uma paciente em outro plantão, diagnosticada com dengue hemorrágica.

Além da agressão física, os bandidos quebraram vários móveis da unidade e destruíram o carro do médico. Num relato triste, um familiar do médico afirma : “O dia em que ele foi atacado por ter atendido a mãe de um dos bandidos há alguns meses, em exames de rotina, e não previu - como se fosse possível - que a senhora viesse a falecer, segundo informações de membros da comunidade, de dengue hemorrágica. Ouço frequentemente relatos de agressão física a médicos dentro de instituições públicas de saúde. A história se repete. Hospitais degradados, profissionais desvalorizados, ausência de condições de trabalho e a necessidade de um policiamento ostensivo que nunca ocorre. Todos, repito, todos os funcionários da saúde trabalham sujeitos a sofrer algum tipo de violência.”

O Sinmed-MG se solidariza com o colega médico e sua família por ter vivenciado este momento tenso e de desrespeito. Denunciar os casos de agressões é uma rotina que está se alastrando em todos os municípios. Em reuniões com gestores, a diretoria do sindicato sempre ressalta a importância de segurança nas unidades de saúde que estão à mercê dos bandidos.

Os nossos colegas médicos continuam trabalhando com medo e sob pressão psicológica e os outros profissionais também vivem esse drama. Queremos medidas efetivas das prefeituras e neste caso, por parte da gestão de Ribeirão das Neves, para mudar o cenário

O Sinmed-MG faz um questionamento: os gestores esperam o quê? o derramamento de sangue dos nossos profissionais da saúde? Não aguentamos mais ver cenas como essa que amedronta e trazconsequência grave para a saúde pública!

 

 Sinmed-MG, 8 de abril 2019

Rosângela Fernandes Costa - jornalista sênior - MTB 11320/MG