DIREÇÃO DO SINDICATO E VEREADORES REPERCUTEM A APROVAÇÃO DO PROJETO QUE TRATA DO PLANO DE CARREIRA DOS MÉDICOS DA PBH

No dia 7 de dezembro, o Projeto de Lei 657/2018, que reformula o Plano de Carreira dos médicos servidores da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, foi aprovado em segundo turno por unanimidade (38 votos a favor, nenhum contra e nenhuma abstenção). O projeto aguarda agora a sansão do Prefeito Kalil.

O novo plano contempla todos os médicos da Prefeitura e traz várias melhorias para a carreira. Foi um luta de mais de seis anos, em que o sindicato manteve-se firme e atuante. Uma vitória que é de todos!

Veja abaixo depoimentos do diretor-presidente do Sinmed-MG, Fernando Mendonça, e do secretário geral, André Christiano dos Santos. Conversamos também com alguns vereadores que se empenharam na aprovação do projeto em 1º e 2º turnos.

 

FERNANDO MENDONÇA – DIRETOR-PRESIDENTE SINMED-MG

“A aprovação de uma nova lei regulamentando o plano de carreira dos médicos é de fato uma grande conquista para a categoria. Fruto de uma mobilização de anos, representa a persistência da classe na busca por melhores condições de remuneração e trabalho. Hoje, a maioria dos municípios insistem na contratação de médicos por vínculos precários e terceirizações, não garantindo ao cidadão a efetiva presença dos médicos nas unidades de saúde.

Belo Horizonte ao sinalizar a existência de uma carreira ao profissional, balizada na qualidade da formação, no tempo de atuação e na educação continuada demonstra para o resto do país o exemplo de que é possível, não só termos um plano de carreira, mas também, fixarmos os médicos.

Muito ainda temos para conquistar em termos de remuneração e condições de trabalho na capital e em todo o país. Muito ainda precisamos alcançar a fim de podermos oferecer ainda mais qualidade aos usuários. Entretanto, tenho certeza de que um bom plano de carreira é o primeiro passo para esse objetivo. Parabéns a todos os médicos que durante todos esses anos não perderam a esperança, reivindicaram e se mobilizaram. Demos um primeiro passo!”

 

 

ANDRÉ CHRISTIANO DOS SANTOS – SECRETÁRIO GERAL DO SINMED-MG

“ A aprovação do projeto 657 que trata da reformulação do plano de carreira realmente é uma grande conquista para os médicos vinculados à PBH. Nós conseguimos atualizar o plano, temos agora um plano moderno que valoriza o tempo de carreira, estabelece uma progressão mais rápida para quem entra na carreira - o que favorece e estimula a fixação do médico na rede da Prefeitura -, entre outras melhorias.

Foram mais de 6 anos lutando para que essa melhoria acontecesse e finalmente conseguimos chegar ao sucesso, Aguardamos agora a sansão do prefeito Kalil para que esse plano torne-se realidade e todos os médicos da Prefeitura sejam contemplados.

Gostaria de destacar o empenho e a dedicação dos diretores do sindicato que participaram de inúmeras reuniões com a gestão, com os médicos, para tentar chegar ao melhor plano possível. Isso sem contar toda a movimentação política que foi feita junto à Camara dos Vereadores de BH para aprovação rápida deste plano. Parabéns também a todos os médicos que lutaram e vamos seguir em frente.”

 

VEREADOR LÉO BURGUÊS – LIDER DO GOVERNO NA CÂMARA

“O projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal atende a reivindicações antigas dos médicos. Vale destacar que o texto foi construído em parceria com os profissionais e vai além de garantir reajuste salarial. A proposta estabelece carreira única para os médicos de Belo Horizonte e, assim, define critérios para a valorização da carreira de maneira igualitária, independentemente da unidade de saúde de lotação do profissional.

A proposta valoriza os médicos e consequentemente garante a permanência desses profissionais no quadro de servidores da saúde do município. Profissional valorizado significa melhor atendimento à população. Agora o projeto de lei segue para a redação final e aprovação na Comissão de Legislação e Justiça da Câmara Municipal. Depois é encaminhado para sanção do prefeito Alexandre Kalil.

Considero a participação do Sinmed-MG fundamental na elaboração do projeto aprovado. O envolvimento do sindicado durante toda a tramitação do texto na Câmara me garantiu, como líder de governo, segurança para defender os interesses da categoria”.

 

- PRESIDENTES DAS COMISSÕES PELA QUAIS O PROJETO PASSOU, RECEBENDO PARECER FAVORÁVEL NOS DOIS TURNOS


VEREADOR CATATAU – PRESIDENTE DA COMISSÃO DE SAÚDE

“Com certeza, a saúde com grandes profissionais, bons médicos, traz benefícios para o cidadão belo horizontino. As boas condições de trabalho influenciam nesse atendimento. Esse projeto é muito bom. Se e para oferecer melhorias para os profissionais da saúde pode contar comigo. Quando se trata de saúde, de vida, com certeza estamos juntos para melhorar mais e mais. Já estamos caminhando, mas vamos avançar muito mais”.

 

 

 


MARILDA PORTELA –
PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ORÇAMENTO E FINANÇAS

“Esse é um projeto que foi acompanhado por vários vereadores aqui na Câmara com muita atenção e empenho para que fosse aprovado. Representa a valorização da classe médica, um reconhecimento ao bom trabalho que os médicos vêm desenvolvendo no município de Belo Horizonte. Quando veio para a nossa comissão, fizemos um parecer visando aprovação rápida para estarmos discutindo aqui no plenário.”





WAGNER MESSIAS (PRETO) – PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ADMININISTRAÇÃO

Nossa comissão aprovou nos dois turnos. Eu, como um dos vereadores mais velhos de casa, reconheço a importância dos médicos que atuam nos postos de saúde, nas UPAs, no Odilon Behrens, em toda a rede municipal. Sem dúvida, os médicos merecem todo o nosso reconhecimento pela sua luta diária, pela competência. A rede pública de saúde de BH é referência no Brasil. Só temos que parabenizar esses profissionais. Quando um projeto desses, criando a carreira do médicos, chega à Câmra, temos mais que aprovar. Como presidente da comissão de administração pública, pedi urgência urgentíssima”.

 

 

DOORGAL – PRESIDENTE DA COMISSÃO LEGISLAÇÃO E JUSTIÇA

“A aprovação do Projeto de Lei 657/18 é uma conquista muito importante não só para os profissionais das carreiras da área de Medicina do município, mas também para os cidadãos. A reestruturação do plano de carreira atende às demandas dos médicos após uma década de negociações com o Executivo municipal, corrige inconsistências e contribui para a permanência de profissionais qualificados nos quadros da PBH, assegurando também mais qualidade no serviço de saúde oferecido à população belo-horizontina.”

 

 

 MÉDICOS VEREADORES

VEREADOR DR. NILTON

“O projeto 657/18 é importante exatamente para se estabelecer a carreira do médico no município. O principal ganho é a fixação do profissional no serviço público. Ainda temos várias unidades de saúde com falta do profissional médico, principalmente especialistas. Uma carreira definida ajuda a fixar o profissional e vai servir de estimulo para o dia a dia no trabalho.

Destaco que a participação do sindicato nessa conquista foi muito importante. Acho que todas as categorias de profissionais precisam se organizar de alguma forma. O sindicato é uma forma muito legítima de organização para discutir não só os interesses dos profissionais, mas, principalmente, a política de saúde, no interesse da população. Vejo que o Sinmed-MG está sempre olhando as condições de trabalho, as condições de atendimento à população, por isso acho sua atuação fundamental”.

 

 

VEREADOR DR. BERNARDO RAMOS

“A saúde pública é constitucional e um dos três pilares do Estado. O projeto 657/18 é extremamente importante para valorizar o médico, não só no âmbito municipal, como estadual e federal. Votamos a favor porque acreditamos que realmente vai fortalecer a medicina de qualidade e diretamente ajudar os pacientes. Estarei sempre pronto para apoiar a nossa classe e a saúde de um modo geral, seja onde for. Sempre com o foco no cidadão.”

 

 

 

 

Sinmed-MG, 10 de dezembro 2018.

Regina Perillo