FERNANDO MENDONÇA FAZ PALESTRA SOBRE ERRO MÉDICO EM CONGRESSO DA UNIFENAS

O diretor-presidente do Sinmed-MG, Fernando Mendonça, fez importante palestrante no II Congresso Acadêmico de Medicina – Unifenas/BH, dia 7 de novembro. O congresso aconteceu de 5 a 8 de novembro, tendo como tema “Bases da Formação Médica na Prática Clínica”.

Mendonça, que também é professor de Pediatria nos 6º, 7º e 8º períodos no Curso de Medicina da Universidade, falou aos acadêmicos sobre “Erro Médico, perícia e negligência”.

Segundo Mendonça, são 70 novas ações de acusação de erro médico por dia. Só no ano passado foram 26 mil processos, conforme números do Conselho Nacional de Justiça.

“Vocês não estão formando para poder enfrentar um Tribunal. Todos desejam ser bons médicos, tenho certeza, e não querem ver o martelo de um juiz acabar com o sonho de vocês”, disse.

Explicou que erro médico é quando um mal ou dano é causado ao paciente através do exercício da profissão, e que a legislação caracteriza três possibilidades: imperícia, negligência e imprudência. Esclareceu: perícia – consiste em fazer mal o que deveria ser bem feito; negligência - consiste em não fazer o que deveria ser feito; imprudência – consiste em fazer o que não deveria ser feito. “Se você seguir esses preceitos, não será punido ou alvo de acusação”, alertou.

O diretor lembrou aos estudantes que a vivência como médico começa após o vestibular e algumas exigências para ser um profissional bem-sucedido: uma boa formação, conhecimento técnico, cuidar da relação médico-paciente e conhecer o mercado de trabalho

Terminou com um conselho aos presentes: “Meu primeiro paciente sou eu mesmo. Vivam com qualidade. Não é possível cuidar do outro se não cuidamos bem de nós mesmos. Levar uma vida física e mentalmente saudável ajuda a prevenir erros. Vocês fizeram uma escolha linda, como eu fiz, mas exerçam a profissão com leveza”.

Regina Perillo