Sinmed-MG na luta contra o fechamento do Galba Ortopédico: ato público nesta 3ª feira, 5 de dezembro, conta com servidores e usuários da saúde

Dando continuidade às ações contra o fechamento da Unidade de Ortopedia do Hospital Galba Veloso, da rede Fhemig, a diretora de mobilização do Sinmed-MG, Ariete Araujo, representou o sindicato nesta manhã de 3ª feira, 5 de dezembro, de ato público na porta do hospital. O movimento contou com a participação de usuários da saúde e funcionários, além de representantes do Sind-Saude.

Mesmo diante dos protestos e ações por parte das entidades sindicais e dos trabalhadores, o governo já anunciou que o fechamento do Galba Ortopédico está programado para o próximo dia 11.

O Sinmed-MG reitera seu protesto contra o desrespeito do governo ao impedir a luta dos trabalhadores e a decisão de fechar mais uma unidade por entender que, no cenário atual da saúde, esse fechamento vai sobrecarregar ainda mais os hospitais e causar transtornos aos pacientes.

Conforme pesquisa apontado pelo Conselho Federal de Medicina, Minas Gerais já lidera o ranking nacional, com mais de 434 mil cirurgias eletivas na espera. Somente na fila de cirurgias ortopédicas eletivas, temos mais de 17 mil pessoas aguardando por uma vaga, agravando ainda mais a situação da saúde em Minas Gerais.

 

Sindicato presente nas lutas

O Sinmed-MG está realizando ações contra o fechamento da Unidade de Ortopedia. Já participamos de várias reuniões com a SEPLAG e FHEMIG para discutir o assunto; em 10 de agosto, a diretoria do sindicato compôs a mesa que discutiu o tema em audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e em 1º de setembro, visitou a unidade e conversou com vários médicos e a direção sobre a situação.

Além disso, o sindicato também reuniu com representantes do Ministério Público de Minas Gerais (promotoria de Defesa da Saúde) para apresentar as considerações acerca dos prejuízos e reflexos do fechamento da unidade à população.

 

 

 

Rosângela Costa- jornalista sênior- MTB 11320/MG