MÉDICOS DO IRIA DINIZ E DO CCE RESSACA, EM CONTAGEM, MANTÊM LUTA POR REAJUSTE E QUALIDADE DE TRABALHO

Reunidos em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) ontem, dia 19 de abril, no Sindicato dos Médicos de Minas Gerais médicos do Centro de Especialidades Iria Diniz e do Centro de Consultas Especializadas – CCE Ressaca, de Contagem votou por continuar a negociação, dando um voto de confiança ao prefeito Alex de Freitas.

Eles aguardam a divulgação do índice de reajuste que será proposto aos servidores públicos, prometida para segunda-feira, dia 24 de abril. Uma nova assembleia está marcada para quarta, dia 26, com indicativo da greve.

 Além do reajuste, os médicos pedem condições de trabalho para que possam cumprir com qualidade a jornada de 20 horas. Também nesse aspecto, eles aguardam o que será proposto pelos gestores, a partir de conversas com as diversas especialidades que atuam nas unidades.

 Durante a assembleia, o diretor presidente do Sinmed-MG, Fernando Mendonça, parabenizou a todos pelo sucesso da paralisação ocorrida dias 18 e 19 de abril, com adesão maciça da categoria e expressiva cobertura da mídia. Apresentou, ainda, um balanço do movimento, iniciado em 7 de março de 2017. Até agora, foram contabilizadas cinco assembleias e sete reuniões, números que deixam claro a força da categoria para lutar por seus direitos.

 Em seguida, Mendonça relatou a reunião que teve, dia 17 de abril, com o prefeito Alex de Freitas; secretário de saúde, Bruno Diniz Pinto; secretário adjunto Luiz Fernando Avelar ; o superintende de urgência, Cleber de Faria Silva, e Célio Elias, da Comissão Instituidora e de Acompanhamento de Estratégias.

 Disse que ao final o Prefeito manifestou interesse em continuar a negociação e informou que na segunda-feira, dia 24, dará uma resposta sobre o reajuste salarial. Sobre a questão das condições de trabalho, Mendonça disse que Célio Elias, da Comissão de Estratégias, reafirmou que conversaria com as várias especialidades para definir e melhorar os processos de trabalho.

 



ATENÇÃO

 

Orientação do Sinmed-MG em relação às agendas - Como as negociações estão em andamento, o sindicato orienta os médicos dos dois centros de especialidade a não alterarem suas agendas, mantendo os atendimentos da forma que faziam antes.

 

 

 

Regina Perillo