Sem resposta das prefeituras, médicos de Betim e Contagem vão parar por mais dois dias

07/03/2008

Mais uma vez, as prefeituras de Betim e Contagem se recusaram a apresentar uma proposta oficial para a solução dos graves problemas da saúde pública e quem vai arcar com o ônus da insensibilidade e recusa dos gestores é a população. Profissionais dos dois municípios lotaram o auditório do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais – Sinmed-MG, no dia 6 de março, e foram taxativos ao dizer que não vão colocar fim ao movimento de paralisações enquanto as secretarias de saúde não se pronunciarem. Dessa forma, a categoria deliberou por nova paralisação, dessa vez de dois dias, com início às 7h do dia 12, quarta-feira, e término às 7h do dia 14, sexta-feira.

A orientação do Sinmed-MG é que os médicos das unidades de urgência e emergência, conforme prevê a lei, assegurem somente o atendimento a casos graves. Nos centros de saúde, centros de especialidades e Programa de Saúde da Família a orientação é de paralisação total.
 
Corrida contra o tempo!

Prazo para reajuste de salário termina dia 8 de abril (Resolução TSE nº 22.579, de 30.8.2007)

Há tempo suficiente para que as duas prefeituras solucionem as graves deficiências da saúde, sendo uma delas a recomposição dos salários reivindicados.

 

O Sindicato dos Médicos de Minas Gerais convoca todos os médicos das redes municipais de Betim e Contagem para:

ASSEMBLÉIA COM INDICATIVO DE GREVE

Data: 12 de março, quarta-feira.
Horário: 19h
Local: Sinmed-MG – Rua Padre Rolim, 120 – Santa Efigênia
Pauta: Rumos do movimento.

 

Atenção Médicos de Betim!

O Sinmed-MG convoca a categoria para manifestação conjunta com os demais trabalhadores da saúde:

Data: 13 de março, quinta-feira
Local: Igreja São Francisco – Rua do Rosário. Bairro Angola.
Horário: 8h

Depois da concentração, os profissionais da rede municipal de Saúde vão fazer uma passeata até a Prefeitura de Betim.

Compareça, momento decisivo para reivindicar e dar visibilidade ao movimento.