Delegados sindicais de Betim reúnem-se no Sinmed-MG para definir propostas para a Campanha Salarial de 2009

01/04/2009

 


Rosângela Costa   No dia 24 de março, os delegados sindicais de Betim reuniram-se no Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG) para definir as principais propostas para melhoria das condições de trabalho dos médicos do município. Após serem aprovadas em Assembléia, elas serão encaminhadas à Prefeitura e à Secretaria Municipal de Saúde.   Durante a reunião, que contou com a participação do presidente do sindicato, Cristiano da Matta Machado, e da diretora Amélia Fernandes Pessôa, os delegados definiram que as propostas apresentadas pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Betim (Sindserv) sobre melhorias salariais e conquista de benefícios serão analisadas pelo Departamento Jurídico do Sinmed-MG. “Entendemos que as reivindicações são importantes e viáveis, porém queremos submetê-las ao respaldo do jurídico antes de inseri-las na pauta”, explica Cristiano da Matta Machado, presidente do sindicato.   Os médicos falaram sobre os principais problemas relativos à rede pública de Betim como a precariedade da infra-estrutura das unidades e do Hospital Regional, o sucateamento de equipamentos, a ausência de medicamentos, materiais e profissionais especializados, além da falta de segurança nos locais de trabalho. “É importante convocar o Conselho Regional de Medicina (CRM) para fiscalizar as unidades de saúde, especialmente o Hospital Regional de Betim, a Maternidade e as Unidades de Atendimento Imediato (UAI) para constatar as condições de trabalho dos médicos”, destaca o delegado sindical Pedro Paulo Assis Leite.   Os delegados também vão encaminhar ao CRM um documento pedindo orientações sobre os critérios para convocação de eleição de comissão de ética e diretoria clínica nas UAIs e no Hospital Regional de Betim.   Durante a reunião, os médicos decidiram, ainda, elaborar uma cartilha com orientações sobre as demandas atendidas pela rede pública do município, esclarecendo assim os fluxos de atendimentos nas UAIs, UBS, Hospital Regional e Maternidade de Betim.   Alguns problemas encontrados nas Unidades de Atendimento Imediato do município como a falta de referência nos fluxos de pacientes e no transporte de alguns deles para outras unidades, além da ausência de profissionais especializados também constam na pauta de reivindicações dos médicos de Betim.   Os diretores do Sinmed-MG e os delegados de Betim entendem que a implementação de condições dignas de trabalho para os profissionais do Pronto-Socorro do Hospital Regional é uma medida emergencial sendo necessário aumentar o número de profissionais e eleger coordenadores para o plantão do PS com o intuito de acompanhar a demanda de pacientes.    A reunião foi importante para discutir a mobilização da categoria em prol da campanha salarial deste ano. Depois que a pauta de reivindicações for concluída será produzido um boletim informativo para divulgação nas unidades de saúde de Betim. Quanto às reivindicações que pleiteiam a progressão por escolaridade e que constam no Plano de Cargo, Carreira e Vencimentos (PCCV) do município, os médicos concordam que a regulamentação agrega valores e benefícios para todas as especialidades, porém pretendem propor redução de horas exigidas para os cursos de aperfeiçoamento, treinamento e atualização profissional.   A próxima reunião dos delegados sindicais de Betim está marcada para o dia 15 de abril (4afeira), às 19 horas, no Sinmed-MG, onde serão definidas as propostas para Assembléia da categoria.  


Fonte: Assessoria de Comunicação Sinmed-MG – 26/03/2008