Negociações avançam em Ribeirão das Neves, mas categoria ainda aguarda resposta sobre reajuste salarial

13/04/2009


Mônica Salomão


  Médicos de Ribeirão da Neves voltaram a se reunir, no último dia 2, em mais uma Assembléia Geral Extraordinária, agora para avaliar a resposta dos gestores quanto às reivindicações da categoria. Em ofício enviado ao Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG) horas antes da reunião, a Secretaria Municipal de Saúde informou que “todas as propostas que acarretam impactos financeiros à gestão foram encaminhadas para discussão com as Secretarias de Planejamento, Governo, Finanças e Administração para estudo da viabilidade de um reajuste salarial para os médicos”.   Diante da argumentação, os profissionais decidiram solicitar uma reunião com os secretários destas pastas no intuito de que seja apresentada uma contraproposta salarial. “Temos pleno conhecimento de que o país está em crise, mas ponderamos que uma área essencial como a saúde, cujos problemas aumentam a cada dia, deve ser tratada como prioridade por qualquer administração para que o caos existente não alcance proporções ainda maiores”, avalia Fernando Mendonça, diretor do Sinmed-MG.   Segundo Mendonça, apesar das inúmeras dificuldades existentes no município foram acordados avanços significativos em relação aos pleitos de condições de trabalho. “Um dos principais problemas apontados pelos profissionais são as escalas incompletas, o que gera sobrecarga de trabalho ao médico que está de plantão. A Prefeitura nos informou que está avaliando a possibilidade de realizar concurso ainda neste ano e nossa expectativa é que isso ocorra de fato e o mais rápido possível”, conta.   Além disso, foram pactuados os pleitos de realização de três consultas a cada hora trabalhada, com um acréscimo de 15% de perdas/desistências e observância à especificidade de cada especialidade; e eleição de comissão de ética e diretor clínico, além da designação de diretor clínico para o Centro de Especialidades Médicas e Odontológicas.   Continuam em negociação as reivindicações de garantia constante de medicamentos, materiais e equipamentos; aumento do número de guardas municipais nas unidades de maior fluxo; criação da Mesa Municipal de Negociação Permanente do SUS; melhoria das condições de trabalho e atendimento na Policlínica Joanico; e realização de concurso para o cargo de médico de saúde da família com jornada de 40 horas semanais.   A próxima assembléia geral dos médicos de Ribeirão das Neves acontece no dia 14 de abril, terça-feira, às 19 horas, quando os profissionais vão definir as próximas ações do movimento.  

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinmed-MG – 06/04/2009