Sinmed-MG denuncia: Prefeitura de Caeté não cumpre acordo com o Ministério Público

30/10/2018



O Sinmed-MG, preocupado com a garantia dos médicos, denuncia a falta de respeito aos direitos dos colegas que trabalham na Santa Casa de Caeté.

Esses médicos procuraram o sindicato e denunciaram que a Prefeitura está desligando arbitrariamente colegas que trabalham na Santa Casa de Caeté, descumprindo contrato de prestação de serviços. A medida foi tomada porque a gestão está mudando a empresa que atualmente contrata os profissionais.

Os médicos informaram também que não houve nenhum comunicado prévio sobre o desligamento para a empresa atual, a qual são vinculados.

O Sinmed-MG destaca sua indignação com a atitude da prefeitura que desrespeitou, inclusive, acordo com o MP e se manteve como compradora e gestora do serviço; o que é ilegal. Além disso, haverá prejuízo à população pois sem médicos certamente haverá desassistência e precarização na saúde e no atendimento na Santa Casa de Caeté. Entendemos que a prefeitura segue rol de atitudes inadequadas e passíveis de questionamentos judiciais.

O sindicato e a categoria médica, abertos sempre ao diálogo, aguardam posicionamento da Prefeitura e do MP, já avisado inclusive sobre a questão. Alertamos ainda que uma vez que há movimento reivindicatório em curso, a substituição de colegas desligados por participação nesta campanha pela regularização da situação na Santa Casa de Caeté configura como ato antiético.