Santa Casa de BH é condenada a pagar mais de 170 médicos valores relativos ao adicional noturno e extensão de jornada noturna (PERÍODO 2008 A 2012)

Mais uma importante vitória do Sinmed-MG para a categoria: graças à ação coletiva impetrada pelo departamento jurídico contra a Santa Casa de Misericórdia, 171 profissionais que trabalham ou trabalharam na filantrópica, em Belo Horizonte, no período de 2008 a 2012, vão receber os valores relativos ao pagamento de adicional noturno e por extensão de jornada noturna e todos os seus reflexos.

Em acordo judicial fechado com a instituição, conforme consta dos autos do processo nº. 0001177-62.2011.5.03.0112, ficou instituído o pagamento em parcelas do montante de R$3.691.891,11.

Com o objetivo de determinar critérios para o repasse dos valores recebidos até a presente data (R$ 1.031.667,50) e a receber (R$ 2.660.223,61) em parcelas mensais e variáveis entre R$ 100 mil e R$ 350 mil, o sindicato convocou os médicos que foram contemplados para uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE), no dia 15 de outubro, em sua sede, na Av. do Contorno - 4.999.

Durante a AGE, o secretário geral do Sinmed-MG, Fernando Mendonça, apresentou aos presentes o escopo do processo judicial. Em seguida, partiu-se para a votação dos critérios. Foi definido por maioria dos presentes que os valores serão repassados a cada profissional por depósito bancário, em caráter mensal, conforme distribuição percentual individual. Os primeiros cálculos serão feitos sobre o valor já recebido ((R$ 1.031.667,50) e os demais de acordo com os repasses que forem sendo efetuados pela Santa Casa.

 ORIENTAÇÕES GERAIS

Os médicos foram informados de que os valores só poderão ser repassados após o preenchimento e entrega dos documentos solicitados pelo sindicato. E aqueles que constarem na lista abaixo, deve entrar em contato diretamente no departamento financeiro do Sinmed-MG - (31) 3241-2811 ramal 2.

 CONFIRA AQUI A TABELA COM OS NOMES CONTEMPLADOS PELO GANHO DA AÇÃO

 O Sinmed-MG alerta ainda que, eventualmente, caso algum médico que tenha trabalhado no período não conste na planilha e/ou não tenha regularizado o pagamento do adicional noturno pela extensão de jornada a partir de julho /2013, para entrar em contato com o departamento jurídico do sindicato no (31) 3241-2811 ramal 1 além de providenciar os seguintes documentos: CTPS, contra cheque do período referido ( 2008 a 2012) e a folha de ponto.